Páginas

domingo, 22 de maio de 2011

Pseudo-hermafroditas Masculino

No pseudo-hermafrodita masculino, suas gônadas são constituídas por testículos e os genitais externos são geralmente femininos no momento do nascimento. No entanto, têm testículos alojados ou na região inguinal ou, ainda, nos grandes lábios. Sua vagina é pequena e termina em fundo cego. São estéreis e não menstruam.
A remoção dos testículos de um paciente não é recomendável, pois estes são uma fonte de estrógenos para essas pessoas; no entanto, os testículos têm a tendência de desenvolver tumores na idade adulta, sendo assim recomendável eliminá-los quando o desenvolvimento sexual já estiver completo.
As características sexuais secundárias podem retratar feminização e menos virilidade. As principais causas de pseudo-hermafroditismo masculino incluem a redução da resposta tissular a ingestão de testosterona materna de estrógenos, erros na produção de testosterona, e defeitos nos tecidos andrógeno-dependentes.
Essa síndrome decorre da falta de resposta dos tecidos aos hormônios masculinos. A insensibilidade das células se deve à falta de receptores celulares tanto à testosterona como à sua forma ativa que é a 5-alfa-diidrotestosterona; assim, apesar desses hormônios serem produzidos normalmente eles não se unem às células onde deveriam agir.

Hermafroditas na Sociedade

A maioria dos hermafroditas encontram inúmeros desafios em sua vida e como seu tratamento varia entre diferentes culturas. Em algumas sociedades os hermafroditas são impedidos de participar de certas atividades, tais como esportes ou política. Em algumas culturas antigas, africanas e da Ásia, os hermafroditas eram considerados um mau presságio ou uma maldição e eram mortos ao nascer. Já em outras culturas antigas, os hermafroditas eram considerados semi-deuses. Hoje, médicos e o avanço da civilização humana têm trabalhado para aliviar os encargos sociais sobre hermafroditas através de uma maior aceitação e experiência em tratamentos físicos e psicológicos.

Suporte Hermafrodita

Hermafroditas sempre foram submetidas ao estigma e maus-tratos, devido à sua condição anormal biológico. Algumas religiões até mesmo rotularam os hermafroditas produtos do pecado. Vários grupos de apoio foi criada para ajudar hermafroditas e ajudá-los a levar uma vida produtiva e gratificante. Esses grupos oferece aos hermafroditas um senso de comunidade e oportunidades para compartilhar suas experiências, consultar, aprender, acessar informações sobre as opções médicas e muito mais.







REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA:

http://tvcanal7.blogspot.com/2010/11/hermafrodita-mutacao-do-gene-e.html


POSTADO POR: DAIANE DOS SANTOS TEIXEIRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário